cao maremano abruzzo

Origem: Itália
Nome de Origem: Cane da pastore Maremmano Abbruzzese
Utilização: Guarda e boiadeiro.
Classificação FCI:
– Grupo 01 – Cães Pastores e Boiadeiros (Exceto os Suíços);
– Seção 1 – Cães Pastores;
– Com prova de trabalho.

Histórico

Antiga raça canina de guarda do rebanho cuja origem são os cães pastores atualmente utilizados nos Abruzzos, onde ainda hoje prospera a criação de ovelhas e de cães pastores, há algum tempo presentes na Marema da Toscana e os do Lazio. Com a sazonal migração dos rebanhos de uma região para outra, especialmente desde 1860, favoreceu o desenvolvimento de um cruzamento natural dessas duas raças primitivas.

ASPECTO GERAL – de grande porte, fortemente construído, rústico e, ao mesmo tempo, majestoso e bem típico. Proporções médias pesado, cujo tronco é mais longo que a altura na cernelha; harmonioso em relação ao formato (heterometria) e relativamente com relação aos perfis (haloidismo).
PROPORÇÕES – o comprimento da cabeça é igual a 4/10 da altura na cernelha;
– o comprimento do tronco é 1/18 maior que a altura na cernelha.
– a profundidade do peito é ligeiramente menor que 1/2 altura na cernelha (Ex.: para um cão de 68 cm na cernelha, a profundidade do peito é cerca de 32cm).
TALHE
Altura na Cernelha
Macho: Altura Máxima – 73 cm
Altura Mínima – 65 cm
Altura Ideal – Padrão não comenta
Fêmea: Altura Máxima – 68 cm
Altura Mínima – 60 cm
Altura Ideal- Padrão não comenta
Comprimento – 1/18 maior que a altura na cernelha.
Peso – machos de 35 a 45 quilos.
fêmeas de 30 a 40 quilos.

TEMPERAMENTO – a sua função precípua de cão de guarda e defesa do rebanho e das propriedades em geral se evidencia através do desenvolvimento dessa tarefa da qual se desincumbe sempre com perspicácia, coragem e decisão. O seu caráter ainda que orgulhoso e alheio à submissão, também é devotado ao seu dono e a tudo que o cerca.

PELE – bem ajustada ao corpo em todas as regiões. Mais para grossa. A pigmentação das mucosas das rimas palpebrais, das almofadas plantares e digitais deve ser preta.

PELAGEM – muito bem guarnecido. Pêlo longo, mais para áspero ao tato, reto, bem assentado rente ao corpo. Tolerada leve ondulação. Forma uma rica juba em torno do pescoço e franjas de comprimento limitado na face posterior dos membros. Entretanto, é curto no focinho, crânio, orelhas e nas faces anteriores dos membros. O comprimento no tronco atinge 8 cm. O subpêlo é abundante somente durante o inverno.
COR – branco unicolor. Nuanças em marfim, laranja pálido ou limão são toleradas desde que não excessivas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: